Como emitir a guia de Imposto de Renda IRPF 2014 DARF

http://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/ATSPO/CalQuotaIrpf2000/default.htm

Como emitir a guia de Imposto de Renda IRPF 2014 DARF

YOUTUBE

sábado, 8 de março de 2008

Consultor responde dúvidas sobre como declarar microempresas

Consultor responde dúvidas sobre como declarar microempresas
VÍDEO: http://terratv.terra.com.br/templates/channelContents.aspx?channel=2484&contentid=193770
08 de Março de 2008 às 11:17 G1

O consultor Antônio Teixeira Bacalhau, da empresa IOB, responderá três questões de leitores sobre a declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2008, todos os dias, até 30 de abril.

Tenho uma micro empresa desativada desde 1997, mas ela não foi encerrada na Junta Comercial. Meu CPF foi cancelado pela Receita Federal. Como devo fazer com o Imposto de Renda? (Dolores da Silva Fernandes)
Resposta: Está obrigado a apresentar a declaração o contribuinte que participou do quadro societário de sociedade simples (microempresa), mesmo inativa, no ano-calendário 2007. Para a regularização do seu CPF, você deverá apresentar as Declarações de Imposto de Renda Pessoa Física – DIRPF dos últimos exercícios, mesmo com atraso. O valor da multa mínima por ano não entregue é de R$ 165,74. Isto é, se as declarações anteriores não apresentarem imposto devido.

Tenho duas empresas jurídicas inativa que abri apenas para trabalhar de vendedor, mas não as movimento. Sou obrigado a declarar até hoje? Que documento devo usar para comprovar que não tenho empregados, se ela está inativa?
Resposta: Caso sua questão seja a entrega de comprovante de rendimentos, se a empresa estiver inativa fica dispensada da entrega desses comprovantes por não ter empregados. Em sua declaração de pessoa física, porém, você deve informar que possui essas microempresas, ainda que elas estejam inativas.

É obrigatório lançar o numero do recibo da declaração no ano anterior e no caso da primeira declaração o sistema reconhecerá automaticamente? (Cláudio)
Resposta: Sim, é obrigatório informar na declaração de imposto de renda deste ano o número do recibo de entrega da declaração do ano passado. Se o contribuinte não entregou a declaração relativa ao ano anterior deverá deixar esse campo em branco conforme orientação da Receita Federal do Brasil. A Receita se comprometeu a fornecer a informação no site da internet.


Consultor responde dúvidas sobre financiamentos e aplicações
07 de Março de 2008 às 07:34

O consultor Antônio Teixeira Bacalhau, da empresa IOB, responderá três questões de leitores sobre a declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2008, todos os dias, até 30 de abril.

Comprei um apartamento no ano passado, dei uma entrada e estou pagando por mês. Qual o valor que devo declarar? (Pedro)
Resposta: Deverá ser informado o valor correspondente à entrada mais as parcelas pagas dentro do ano-calendário de 2007. Preencha a ficha “Bens e Direitos” constante da declaração e informe esse valor no campo “Situação em 31/12/07”.

Devo colocar o meu carro na declaração, uma vez que ele é financiado? (Alessandra Chaves)
Resposta: Sim, deverá informar o carro adquirido no ano-calendário de 2007 mesmo que esteja financiado. O veículo deverá ser informado na ficha “Bens e Direitos”, com o código 21, e no campo “Discriminação” serão informados todos os dados pertinentes ao veículo em questão. O campo “Situação em 31/12/07” será preenchido com o valor das parcelas do financiamento pagas até 31/12/07. Caso o financiamento seja do tipo em que o próprio veículo é dado em garantia, nada será informado na ficha “Dívida e Ônus Reais”.

Tenho aplicação no Ourocap no Banco do Brasil. Gostaria de saber se preciso declarar, uma vez que a minha declaração é a simplificada onde só aparecem os rendimentos salariais. (Lúcia)
Resposta: Caso a aplicação no título de capitalização seja superior a R$ 140, a contribuinte ficará obrigada a informá-la na ficha “Bens e Direitos”, com o código 45.


Consultor responde dúvidas sobre pensão alimentícia e imóveis
06 de Março de 2008 às 07:15

O consultor Antônio Teixeira Bacalhau, da empresa IOB, responderá três questões de leitores sobre a declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2008, todos os dias, até 30 de abril.

Estou desempregada há dois anos. Tenho dois filhos que recebem uma pensão do pai (depositada em minha conta corrente) de R$ 1.100. Posso fazer a declaração de isenta? (Valéria L. Fagundes)
Resposta: No caso de recebimento de pensões, o contribuinte fica desobrigado a apresentar declaração apenas se os seus rendimentos anuais forem inferiores a R$ 15.764,28 durante todo o ano de 2007. Do contrário, deverá ser feita a entrega, no modelo completo ou no modelo simplificado. A pessoa responsável por receber a pensão fica desobrigada a entregar a declaração os rendimentos caso os filhos passem a receber diretamente a pensão alimentícia e declarem em separado.

O contribuinte que recebeu menos de R$ 15.764,28 em 2007, mas possui imóvel com valor de R$ 100 mil, está obrigado a declarar o IR em março ou deve fazer a declaração de isento, em novembro? (Domingos Carlos)
Resposta: Está obrigado a apresentar a declaração do IR até 30 de abril a pessoa física que, no ano-calendário de 2007 teve a posse ou a propriedade, até 31 de dezembro de 2007, de bens ou direitos de valor total superior a R$ 80 mil, embora tenha recebido rendimentos tributáveis inferiores ao limite de R$ 15.764,28. Portanto, tendo o contribuinte imóvel com valor de R$ 100 mil fica obrigado a entregar a declaração, mesmo tendo recebido rendimentos abaixo do limite R$ 15.764,28.

O contribuinte com mais de 65 anos tem direito a qual desconto na declaração, por conta da idade? (Carlos)
Resposta: Não há desconto do imposto de renda devido à idade, mas somente há parcela de rendimento isento de até o valor de R$ 1.313,69 ao mês em relação aos rendimentos provenientes de aposentadoria, pensão ou outros rendimentos pagos pela Previdência Social da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, por qualquer pessoa jurídica de direito público interno ou por entidades de previdência privada, no caso de contribuinte com idade igual ou superior a 65 anos.

Consultor responde dúvidas sobre fontes de renda e investimentos
05 de Março de 2008 às 07:16

O consultor Antônio Teixeira Bacalhau, da empresa IOB, responderá três questões de leitores sobre a declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2008, todos os dias, até 30 de abril.

Tenho duas fontes de renda: ocupo um cargo DAS na Prefeitura de Itaparica (salário de R$ 1.056) e recebo aposentadoria (R$ 876,61). Além disso, saquei R$ 2.129 do Pasep. Tenho como dependente apenas minha esposa. Não possuo bens imóveis nem carro. Em que formulário devo declarar meu imposto de renda? (Fernando Augusto Rodrigues da Costa)
Resposta: O IR poderá ser declarado no formulário modelo simplificado ou no modelo completo. No modelo simplificado, poderá ser usado o desconto padrão de 20% sobre os rendimentos tributáveis, limitados a R$ 11.669,72, sem comprovação das despesas. No completo, é necessária a apresentação de comprovantes. Na linha “Outros Rendimentos Isentos e Não-tributáveis”, os valores recebidos do PIS/Pasep devem ser incluídos.

Tenho duas fontes de rendimento. Tenho IR retido na fonte em um deles e no outro, não. Na declaração, devo informar ambos os rendimentos? (Abelardo Dantas Romero)
Resposta: Sim. Declare a soma dos dois rendimentos na ficha “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica”.

Como devo declarar investimentos em poupança e fundos que erroneamente não declarei no ano anterior, mas que já existiam? Da mesma forma, não declarei as contas em bancos. Como devo proceder nestas duas situações? (Rodolfo)
Resposta: Deverá ser retificada a declaração do ano anterior, transmitida com a omissão dessas informações. Fica dispensada a inclusão na declaração de bens e direitos os saldos de contas correntes bancárias e demais aplicações financeiras cujo valor unitário não excedeu R$ 140.


Consultor responde dúvidas sobre dependentes e gastos com saúde
04 de Março de 2008 às 07:14

O consultor Antônio Teixeira Bacalhau, da empresa IOB, responderá três questões de leitores sobre a declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2008, todos os dias, até 30 de abril.

Minha mãe é minha dependente já adicionada em meu contracheque legalmente. Moram com ela dois sobrinhos. Posso acrescentá-los também na minha declaração? Em que caso a sogra entra como dependente? (Rogério Martins De Gouveia)
Resposta: Não. Somente poderão ser deduzidos os sobrinhos como dependentes, caso você possua a guarda judicial deles. Quanto à sogra, ela só poderá ser deduzida se sua esposa for declarada também como sua dependente.

Posso colocar meu companheiro como meu dependente na declaração de imposto de renda? Temos uma declaração de união estável assinada e registrada em cartório. Ele não trabalhou no ano passado em nenhum emprego formal. No entanto, só estamos juntos há um ano e meio. (Alessandra)
Resposta: Poderá ser dependente somente o(a) companheiro(a) decorrente união estável há mais de cinco anos (casais sem filhos). Para casais com filhos, vale união de qualquer período.

Tenho problemas sérios de rim. Gostaria de saber se há algum benefício em relação ao IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física), visto que só tenho chances de sobrevivência com transplante, segundo os médicos. (Francisco Porto Neto)
Resposta: O único benefício em relação ao IRPF é a dedução das despesas médica da base de cálculo do Imposto de Renda. Assim, solicite os recibos aos médicos e notas fiscais ao hospital com todos os gastos nas consultas médicas e internações.


Dúvidas sobre Imposto de Renda
03 de Março de 2008 às 07:10
A partir desta segunda-feira (3), o G1 publica um tira-dúvidas sobre a declaração de Imposto de Renda com o consultor Antônio Teixeira Bacalhau, da empresa IOB. Envie sua pergunta. O consultor responderá três questões, todos os dias, até 30 de abril.

Pergunta: Qual o valor a ser declarado de um bem imóvel? O da escritura ou aquele com acréscimos e benfeitorias?
Resposta: O custo dos bens e direitos adquiridos a partir de 1º de janeiro de 1996 não está sujeito à atualização. Assim, o valor do imóvel a ser informado na Declaração de Bens e Direitos é a importância constante da escritura. Mas há outro caso: no caso das benfeitorias realizadas no imóvel adquirido após 1988, o custo das mesmas deve ser acrescido ao valor do imóvel: a) na coluna discriminação, juntamente com os dados do bem, o custo das benfeitorias; b) na coluna ano de 2006, o valor do bem constante na declaração do exercício de 2007, ano-calendário de 2006; e c) na coluna ano de 2007, o valor do bem acrescido do valor pago em 2007 pelas benfeitorias realizadas.

Gostaria de colocar minha companheira na minha declaração de Imposto de Renda como minha dependente. Como faço? (Gerson Bueno da Silva)
Resposta: Você pode colocar sua companheira na declaração como dependente, desde que tenha filhos ou viva com elas há mais de cinco anos. Assim, você poderá deduzir o valor de R$ 1.584,60 em sua declaração de Imposto de Renda.

Gostaria de saber se tenho que fazer a declaração. Estou em auxilio doença desde 2004. Como sei o valor da restituição? (Deise da Silva Camargo - Diadema/SP)
Resposta: Os rendimentos percebidos pelas pessoas físicas decorrentes de auxílio doença recebidos da Previdência Social são isentos do Imposto de Renda. Por isso, não há desconto na fonte. Somente se a soma dos rendimentos de auxilio doença recebido em 2007 foi superior a R$ 40.000, a contribuinte deve apresentar a Declaração de Ajuste do Imposto sobre a Renda, optando pelo modelo simplificado. Deve informar os valores recebidos na ficha de Rendimentos Isentos e Não-tributáveis. Como não houve retenção de imposto na fonte durante os recebimentos em 2007, não há o que restituir na declaração.


11/04/2008 11h49 - Por: UOL Notícias
Quando é possível não pagar imposto na venda de um imóvel?
Sophia Camargo explica que a isenção do imposto só é possível quando um novo imóvel é adquirido até 180 dias depois da venda de um outro - também dependendo do valor. Se comprar antes de vender, perde o benefício

--------------------------------------------------------------------------------
Faço Declaração de Imposto de Renda 2009 pessoa física, processo informatizado.
Com segurança e responsabilidade. Ligue e faça uma consulta.
Fone (27)9948-1779 Jean Javarini
Pagamento: depósito bancário Caixa Econômica Federal / Casa Lotérica
Atendo a todo BRASIL.
MSN: jeanjavarini@yahoo.com.br
--------------------------------------------------------------------------------


IMPOSTO DE RENDA 2009
O imposto de renda IR “comeu” o seu abono/férias/13ºsalário?
Recupere o seu dinheiro agora em 2009 (retido na fonte).

DECLARAÇÃO IMPOSTO DE RENDA 2009 - PESSOA FÍSICA IRPF - EU FAÇO!
Os contribuintes devem reunir todos os documentos que informem sobre rendimentos. Na lista estão recibo de salário, rendimento de aluguel, despesas dedutíveis para fins de IR (despesas médicas, com hospital e dentista, escola do contribuinte e de seus dependentes)e extratos bancários.

Tenho um blog sobre Imposto de Renda - Aceito parcerias!
www.impostoderenda08.blogspot.com
ou www.ir2009.br30.com
Recupere o seu dinheiro agora em 2009 (retido na fonte).

Jean Javarini
MSN: jeanjavarini@yahoo.com.br
Professor de Matemática / Administrador de Empresas
Linhares – Espírito Santo
--------------------------------------------------------------------------------
<<<>>>