quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Dispositivos Móveis por Subsecretaria de Arrecadação e Atendimento — publicado 25/02/2016 07h25,última modificação 23/02/2017 08h36 Declaração - Fazer Declaração O que é?

Dispositivos Móveis

por Subsecretaria de Arrecadação e Atendimento — publicado 25/02/2016 07h25,última modificação 23/02/2017 08h36

Declaração - Fazer Declaração

O que é?

O Fazer Declaração (m-IRPF) é um projeto pioneiro da Receita Federal do Brasil que permite o preenchimento e o envio de declarações originais do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017 utilizando dispositivos móveis (tablets e smartphones) com sistemas operacionais Android e iOS (Apple).
A Declaração IRPF on-line permite o preenchimento e o envio de declarações originais do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2015, 2016 e 2017, utilizando computadores, mas exige a utilização do Certificado Digital.

Como funciona

O Fazer Declaração é acionado por meio do aplicativo APP IRPF, disponível para aparelhos com sistemas operacionais Android e iOS. É necessário instalar o aplicativo diretamente do mercado Google play (versão para o sistema operacional Android) ou App Store (versão para o sistema operacional iOS).
A Declaração IRPF on-line é acionada pelo e-CAC, no sitio da RFB, com a utilização do Certificado Digital.

Limitações

O Fazer Declaração e a Declaração IRPF on-line ainda possuem algumas limitações e não poderão ser utilizados por todos os contribuintes. A relação completa dos casos de impedimentos pode ser consultada na Instrução Normativa RFB, que dispõe sobre a apresentação da Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física referente ao exercício de 2017, ano-calendário de 2016, pela pessoa física residente no Brasil. 
Há também limitações de funcionalidades, impostas muitas vezes pelo tipo ou sistema operacional do dispositivo móvel, como por exemplo:
  • não é possível imprimir a declaração (deve-se armazenar a cópia do arquivo da declaração e, posteriormente, imprimi-la usando um microcomputador, através do Programa IRPF, ou tablets e smartphones, a partir do APP IRPF);
  • não há salvamento automático da declaração após a transmissão (o próprio usuário deve promover a cópia do arquivo da declaração transmitida);
  • necessidade de instalação prévia de um leitor de PDF, para salvar o recibo de entrega.

Preenchimento

Antes de iniciar o preenchimento, o declarante deverá aceitar os termos e condições do Fazer Declaração ou da Declaração IRPF on-line, informando que não se enquadra nas limitações dessa modalidade de entrega, previstas na Instrução Normativa RFB, que dispõe sobre a apresentação da Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física referente ao exercício de 2017, ano-calendário de 2016, pela pessoa física residente no Brasil. 
Pelo Fazer Declaração e pela Declaração IRPF on-line, a declaração possui os seguintes quadros para preenchimento:
  • Identificação
  • Informações de Terceiros (Cônjuge, Dependente e Alimentando)
  • Rendimentos
  • Pagamentos
  • Bens e Dívidas
Para maior comodidade do declarante, estão disponíveis funcionalidades como:
  • preenchimento automático de campos, com informações vindas das bases da Receita Federal;
  • possibilidade de salvar rascunho da declaração, sem enviá-la, para continuar seu preenchimento posteriormente, inclusive em outro dispositivo móvel (armazenamento on-line);
  • processo simplificado para transmissão da declaração, sem necessidade de instalação de outros programas.

Salvar

Para maior comodidade o declarante poderá salvar a declaração e continuar o preenchimento em outro momento, inclusive utilizando outro dispositivo ou computador. As informações serão armazenadas em servidor de dados específico (on-line) fora do dispositivo móvel ou computador.
Para salvar a declaração será necessário criar uma palavra-chave, que será de inteira responsabilidade do declarante. O declarante poderá alterar a palavra chave.
A perda da palavra-chave significa a perda da declaração salva on-line.
Após a transmissão da declaração a palavra-chave perde seu efeito.

Recuperando informações salvas pelo PGD IRPF

O contribuinte também poderá utilizar o PGD IRPF 2017 para salvar/recuperar as informações on-line. Isso significa que o contribuinte poderá começar a fazer sua declaração em um meio (computador - PGD IRPF) e continuar o preenchimento ou transmitir em outro (dispositivo móvel - tablet ou smartphone). As aplicações salvam e recuperam as informações da mesma base de dados.

É possível:
1) Começar a declaração utilizando o PGD IRPF 2017 em um computador, salvar on-line e continuar o preenchimento ou transmitir:
  • no próprio ou em outro computador, utilizando o PGD IRPF 2017 (utilizar o recuperar on-line); 
  • em um dispositivo móvel, que possua o APP IRPF instalado (entrar em "Fazer Declaração" e informar a palavra-chave);
  • em um computador, por meio do serviço Declaração IRPF on-line, no eCAC (somente para usuários com certificado digital).
2) Começar a declaração utilizando o serviço Fazer Declaração, com o APP IRPF, em um dispositivo móvel, salvar on-line e continuar o preenchimento ou transmitir:
  • no próprio ou em outro dispositivo móvel, que possua o APP IRPF instalado (entrar em "Fazer Declaração" e informar a palavra-chave);
  • em um computador, utilizando o PGD IRPF 2017 (utilizar o recuperar on-line); 
  • em um computador, por meio do serviço Declaração IRPF on-line, no eCAC (somente para usuários com certificado digital).
3) Começar a declaração utilizando a declaração on-line, no eCAC (usuários com certificado digital), salvar on-line e continuar o preenchimento ou transmitir:
  • no próprio ou em outro computador, entrando novamente por meio do serviço Declaração IRPF on-line, no eCAC (somente para usuários com certificado digital);
  • em um dispositivo móvel, que possua o APP IRPF instalado (entrar em "Fazer Declaração" e informar a palavra-chave);
  • em um computador, utilizando o PGD IRPF 2017 e recuperando as informações on-line.

Carregando informações do ano anterior

Para facilitar o preenchimento da declaração de 2017, é possível carregar as informações da declaração de 2016 na nova declaração. Ou seja, uma vez que o contribuinte possua o arquivo da declaração IRPF 2016 ele poderá carregar os dados para iniciar a declaração de 2017. Chamamos esse processo de “Importar para 2017”. Isso pode ser feito mesmo para quem não entregou a declaração em 2016 utilizando um dispositivo móvel. Ou seja, se em 2016 o contribuinte utilizou o PGD IRPF para entregar sua declaração, poderá utilizar o arquivo para iniciar a declaração de 2017 no dispositivo móvel.
Como Importar para 2017:
1) Instalar o APP IRPF no dispositivo móvel
Sem o aplicativo instalado não há como fazer a declaração;
2) Salve a declaração de 2016 no dispositivo móvel
A declaração do ano anterior deve ser salva no dispositivo móvel que será utilizado para fazer a declaração. Isso poderá ser feito de diversas maneiras (conectando o equipamento via USB ou através de algum servidor de arquivos: dropbox, googleDrive, SkyDrive, Box, Evernote, email...).
O nome do arquivo da declaração de 2016 mostra o número do CPF, tipo de declaração, exercício, ano-calendário e se é original ou retificadora:
-12345678900-IRPF-A-2016-2015-ORIGI.DEC é a declaração original de 2016 do CPF 12345678900
-12345678900-IRPF-A-2016-2015-RETIF.DEC é a retificadora de 2016 do CPF 12345678900
Se a declaração de 2016 foi transmitida usando o PGD IRPF 2016 em um computador, esses arquivos deverão estar em \Arquivos de Programas RFB\IRPF2016\transmitidas.
Se a declaração de 2016 foi transmitida usando o APP IRPF de 2016 de um dispositivo móvel com Android, esses arquivos deverão estar na pasta \download.
Se a declaração de 2016 foi transmitida usando o APP IRPF de 2016 de um dispositivo móvel com iOS (Apple), esses arquivos deverão estar na pasta de arquivos do APP IRPF (localizar utilizando o iTunes).
Exemplo: utilizando o email.
- Envie sua declaração do ano anterior para um email que possa ser aberto no dispositivo móvel;
- Abra o email no dispositivo e clique no arquivo da declaração;
- Se seu equipamento for Android, utilize a opção para salvar a declaração;
- Se seu equipamento for iOS: utilize a opção "abrir com APP IRPF".
3) Acione o Fazer Declaração
- Entre no APP IRPF e selecione o serviço Fazer Declaração;
- Serão exibidas as declarações que foram identificadas pelo aplicativo; 
- Se a declaração desejada não consta nessa relação é porque o aplicativo não conseguiu identificá-la. Repita o passo 2 e tente novamente. Nos equipamentos com Android, há o ícone de atualizar (a direita no cabeçalho).
4) Gerencie suas declarações
Nessa tela, além de gerenciar os arquivos das declarações, o usuário poderá:
a) Fazer uma nova declaração de 2013, 2014 , 2015, 2016 ou 2017:
- Clique em "Criar ou Continuar sua Declaração".
b) Continuar fazendo uma declaração que foi salva no rascunho:
- Clique em "Criar ou Continuar sua Declaração" (será solicitada a palavra-chave).
c) Fazer uma nova declaração de 2017, aproveitando os dados de 2016:
- Nesse caso a declaração de 2016 que será utilizada como base para 2017 deve estar na relação;
- Selecione a declaração e clique em ‘Importar para 2017’.
Atenção:
Se não existir ainda um rascunho salvo de 2017:
- Os dados da declaração de 2016 serão carregados automaticamente na declaração de 2017.
Se já existir um rascunho salvo de 2017:
- Será solicitada a palavra-chave utilizada no salvamento on-line. Caso correta, os dados anteriormente digitados no rascunho salvo poderão ser aproveitados, caso o contribuinte assim deseje, combinando os dados do rascunho salvo com os dados recuperados de 2016.

Transmissão

Uma vez concluído o preenchimento, mas antes de transmitir a declaração, o contribuinte deverá acionar a funcionalidade “Resumo”, onde serão apresentados os cálculos e o resultado da declaração, tanto com a utilização do desconto simplificado, quanto com utilização das deduções legais.
Para declarações com resultado Imposto a Restituir, deverão ser informados os dados bancários (banco, agência e conta) para o crédito da restituição.
Para declarações com resultado Imposto a Pagar, deverá ser informada a quantidade de cotas em que será pago o imposto, sendo possível também a opção pelo débito automático das cotas do imposto em conta corrente bancária.
A transmissão da declaração pelo Fazer Declaração e pela Declaração IRPF on-line é um procedimento bastante simples, não havendo necessidade de instalação de nenhum outro programa, porém será necessário ter instalado previamente algum leitor de PDF, o qual permitirá salvar o recibo de entrega da declaração, quando utilizado o sistema operacional iOS.
A funcionalidade “Transmitir” envia a declaração para as bases da Receita Federal, efetuando as mesmas críticas que são efetuadas quando da transmissão da declaração feita pelo Programa Gerador de Declaração do IRPF.
Após a transmissão, é gerado o arquivo da declaração transmitida, no formato 99999999999-IRPF-A-2017-2016-ORIGI.DEC, o arquivo do recibo da declaração transmitida, no formato 99999999999-IRPF-A-2017-2016-ORIGI.REC e outro com as páginas do recibo de entrega em PDF, no formato Recibo99999999999-IRPF-M-2017-2016.pdf, onde 99999999999 corresponde ao número do CPF.
Atenção: É altamente recomendável que após a transmissão da declaração, os arquivos e recibo em PDF sejam enviados e salvos em outro dispositivo ou computador. Esse procedimento de segurança evita que o contribuinte tenha que comparecer a uma unidade da Receita Federal para recuperar a cópia da declaração ou do recibo de entrega, nos casos de extravio ou mau funcionamento do aparelho. Veja em Gerenciando os arquivos da declaração.

Gerenciando os arquivos da declaração

A declaração transmitida passará a figurar na relação de declarações existentes no aparelho. Para acessá-la entre novamente no serviço Fazer Declaração.
Nessa tela será possível:
- Compartilhar os arquivos da declaração e do recibo de entrega com terceiros (“Enviar para...”).
- Excluir os arquivos da declaração e do recibo de entrega do dispositivo móvel (atenção, antes de excluir certifique-se que salvou uma cópia de segurança).
- Importar para 2017 e facilitar o preenchimento da declaração do próximo ano.
É importante que após a transmissão da declaração ela seja enviada e salva em outro dispositivo.

Outra forma de recuperar os arquivos, no Android

Outra forma de recuperar o arquivo da declaração.
Nos dispositivos móveis com sistema operacional Android, os arquivos (declaração e recibo de entrega) são armazenados automaticamente, na pasta \download do dispositivo.
Procedimentos para recuperar os arquivos (declaração e recibo):
1) Caso tenha o aplicativo “Downloads” instalado no dispositivo móvel:
a) acione o aplicativo “Downloads”.
b) Aparecerão os arquivos que tiveram download efetuado no dispositivo.
c) procure pelos arquivos:
Arquivo da declaração, no formato: 99999999999-IRPF-A-2017-2016-ORIGI.DEC;
Arquivo do recibo da declaração, no formato: 99999999999-IRPF-A-2017-2016-ORIGI.REC;
Páginas do recibo de entrega, no formato: Recibo99999999999-IRPF-M-2017-2016.pdf;
Onde 99999999999 é o CPF
d) selecione os arquivos e escolha uma das opções de compartilhamento existentes no dispositivo (email, Dropbox, Google Drive, Evernote...).
2) Caso NÃO tenha o aplicativo “Downloads” instalado no dispositivo móvel:
a) conecte o dispositivo através da porta USB. Normalmente um novo drive surgirá no microcomputador (G:, F:, H: ...) contendo as pastas do dispositivo móvel.
b) procure, no drive referente ao dispositivo móvel, a pasta \download os arquivos:
Arquivo da declaração, no formato: 99999999999-IRPF-A-2017-2016-ORIGI.DEC;
Arquivo do recibo da declaração, no formato: 99999999999-IRPF-A-2017-2016-ORIGI.REC;
Páginas do recibo de entrega, no formato: Recibo99999999999-IRPF-M-2017-2016.pdf;
Onde 99999999999 é o CPF do declarante.
c) copie e cole os arquivos do dispositivo móvel para o lugar desejado.

Outra forma de recuperar os arquivos, no iOS (Apple)

Em dispositivos com sistema operacional iOS (Apple) não é permitido o salvamento automático dos arquivos transmitidos, sendo necessário que o próprio usuário promova o armazenamento do arquivo da declaração e do arquivo do recibo de entrega logo após a transmissão da declaração.
Para recuperar os arquivos (declaração e recibo), devem ser adotados os procedimentos abaixo.
1) Se foram efetuados, após a transmissão, os procedimentos para salvar os arquivos no dispositivo móvel com iOS:
1.1) Recuperando o arquivo da declaração:
a) conecte o dispositivo móvel no microcomputador;
b) no iTunes do microcomputador localize em “Aplicativos”, na área de compartilhamento de arquivos, o APP IRPF;

c) procure pelos arquivos:
Arquivo da declaração, no formato 99999999999-IRPF-A-2017-2016-ORIGI.DEC;
Arquivo do recibo da declaração, no formato: 99999999999-IRPF-A-2017-2016-ORIGI.REC; 
Onde 99999999999 é o CPF
d) salve (salvar para) o arquivo no lugar desejado.
1.2) Recuperando as páginas do recibo de entrega:
a) no dispositivo móvel selecione a aplicação em que o recibo de entrega foi aberto (iBooks, Adobe Reader, Dropbox, Google Drive, Evernote...).
b) procure pelo arquivo:
Recibo99999999999-IRPF-M-2017-2016.pdf
Onde 99999999999 é o CPF
2) Se NÃO foram efetuados, após a transmissão, os procedimentos para salvar os arquivos no dispositivo móvel com iOS, os arquivos poderão ser recuperados no e-CAC, por meio do Extrato do Processamento da DIRPF, sendo que o arquivo da declaração somente poderá ser recuperado com o uso do certificado digital, e o recibo de entrega poderá ser recuperado com o uso de certificado digital ou de código de acesso.

Imprimindo e visualizando a declaração

Ainda não há a opção de imprimir ou visualizar os dados da declaração IRPF transmitida pelo Fazer Declaração diretamente do dispositivo móvel, ou pela Declaração IRPF on-line. Para imprimi-la, siga os seguintes passos:
a) envie o arquivo da declaração do dispositivo móvel para um computador (salve em uma pasta de sua preferência);
b) instale o Programa IRPF do exercício da declaração em seu microcomputador;
c) dentro do Programa IRPF, no menu "Ferramentas", vá em "Cópia de Segurança" e "Restaurar" (a declaração será importada para o programa);
d) acione a impressão por meio do menu "Declaração".
Obs: Caso deseje gerar novamente o recibo de entrega a partir do Programa IRPF, copie também o arquivo com extensão ".REC", obtido após a transmissão.

Retificando a declaração

Não há como retificar a declaração utilizando o Fazer Declaração ou a Declaração IRPF on-line.
Para retificar a declaração poderá ser utilizado o arquivo da declaração transmitida anteriormente.
a) envie o arquivo da declaração do dispositivo móvel para um computador (salve em uma pasta de sua preferência);
b) instale o Programa IRPF do exercício da declaração em seu microcomputador;
c) dentro do Programa IRPF, no menu "Ferramentas", vá em "Cópia de Segurança" e "Restaurar" (a declaração será importada para o programa);
d) Faça as modificações necessárias e entregue a declaração. Caso o Programa IRPF a ser utilizado seja o de exercícios anteriores ao de 2017, após as modificações necessárias, grave e transmita a declaração utilizando o Receitanet).
Obs1: Para apresentar uma declaração retificadora será necessário informar o número do recibo da declaração original. Localize esse número no Recibo da Declaração, armazenado em seu dispositivo móvel em formato PDF.
Obs2: Caso deseje gerar novamente o recibo de entrega a partir do Programa IRPF, copie também o arquivo com extensão '.REC', obtido após a transmissão.
 

Nenhum comentário:

(27)99757-7034 WhatsAPP

(27)99757-7034 WhatsAPP


Situação da Restituição:

Caso a restituição não tenha sido creditada, ligue para a Central de Atendimento BB 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos) ou entre em contato com qualquer agência do Banco do Brasil S.A. para solicitar/reagendar o crédito.


Curtir ✔ Comentar ✔ Compartilhar ✔ Inscreva-Se ✔ IRPF (27)99757-7034 WhatsAPP

Imposto de Renda 2018 IRPF Prof.Jean Javarini (27)99757-7034 WhatsAPP (27)99757-7034 Resolva sua declaração de Imposto de Renda conosco. Cansado de fazer seu Imposto de Renda? Gostaria de achar um consultor capacitado, que fizesse seu IRPF de 2018, para você, de forma eficaz, segura, rápida e garantida? Nós resolvemos sua Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) para você de maneira rápida, segura, fácil e sigilosa. Situação da Restituição: Caso a restituição não tenha sido creditada, ligue para a Central de Atendimento BB 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos) ou entre em contato com qualquer agência do Banco do Brasil S.A. para solicitar/reagendar o crédito.