quinta-feira, 29 de maio de 2008

STJ decide se incide imposto de renda sobre indenização por danos morais

STJ decide se incide imposto de renda sobre indenização por danos morais

Publicidade
A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça vai decidir se há incidência de importo de renda sobre verbas recebidas a título de indenização por danos morais. O julgamento do recurso especial está previsto para esta quarta-feira (28/5).

O caso foi levado à seção porque há entendimentos divergentes entre a Primeira e a Segunda Turma, que compõem a Primeira Seção. Assim, os ministros das duas Turmas vão debater juntos os processos e unificar a jurisprudência acerca da incidência de IR sobre indenização por danos morais.

A seção vai ter que decidir o caráter da indenização por dano moral. Se for considerada como acréscimo de patrimônio, há incidência de IR. Mas, se o entendimento for que os valores recebidos a título de dano moral representam uma indenização por um direito ofendido e não uma nova riqueza fruto de trabalho ou ganho de capital, o imposto não poderá ser cobrado.

Também está na pauta da Primeira Seção desta quarta-feira o julgamento de embargos de divergência que tratam da incidência de IR sobre indenização por horas trabalhadas.

Nesses casos, a Primeira Seção também terá que unificar a jurisprudência da Primeira e da Segunda Turma, que têm decisões conflitantes sobre o tema.

A primeira decidiu que o valor pago pela Petrobras a título de indenização por horas trabalhadas não está sujeito à incidência de IR por se tratar de verba indenizatória, que recompõe períodos de folga não gozados e a supressão de horas extras.

Já a Segunda Turma decidiu que a mesma verba paga pela Petrobras corresponde ao pagamento de horas extras, constituindo acréscimo patrimonial, portanto sujeita à cobrança de IR.

Terça-feira, 27 de maio de 2008

Nenhum comentário:

(27)99757-7034 WhatsAPP

(27)99757-7034 WhatsAPP


Situação da Restituição:

Caso a restituição não tenha sido creditada, ligue para a Central de Atendimento BB 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos) ou entre em contato com qualquer agência do Banco do Brasil S.A. para solicitar/reagendar o crédito.


Curtir ✔ Comentar ✔ Compartilhar ✔ Inscreva-Se ✔ IRPF (27)99757-7034 WhatsAPP

Imposto de Renda 2018 IRPF Prof.Jean Javarini (27)99757-7034 WhatsAPP (27)99757-7034 Resolva sua declaração de Imposto de Renda conosco. Cansado de fazer seu Imposto de Renda? Gostaria de achar um consultor capacitado, que fizesse seu IRPF de 2018, para você, de forma eficaz, segura, rápida e garantida? Nós resolvemos sua Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) para você de maneira rápida, segura, fácil e sigilosa. Situação da Restituição: Caso a restituição não tenha sido creditada, ligue para a Central de Atendimento BB 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos) ou entre em contato com qualquer agência do Banco do Brasil S.A. para solicitar/reagendar o crédito.